Projeto Marcgrave

Contexto histórico

O alemão Georg Marcgrave (1610 – 1644) percorreu no século XVII diversas universidades europeias antes de virar principal cientista da equipe da Companhia das Índias Ocidentais sob Maurício de Nassau no Brasil.

O pioneirismo de Marcgrave revela-se na construção do primeiro observatório astronômico das Américas no Recife, no mapeamtento do litoral do Nordeste brasileiro, na coleção de dados meteorológicos e na observação da fauna e flora registrada na ¨História Naturalis¨ e no mais antigo Herbário do Brasil.

Os registros de geografia e biodiversidade do Brasil que resultaram de observações e expedições de Marcgrave constituem inspiração e referencial histórico do ¨Projeto Marcgrave – Cooperação em Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente¨ que, coordenado pelo CCBA – Centro Cultural Brasil – Alemanha e a POLICONSULT, articula universidades e instituições públicas e privadas nacionais e internacionais propondo uma espécie de ¨condomínio científico-tecnológico¨ para:

  • Gerar dados geodésicos de alta precisão para planejamento, gerenciamento e monitoramento de projetos existentes e em fase de planejamento;
  • Viabilizar projetos de transferência tecnológica e cooperação entre o Brasil e a Alemanha;
  • Estimular o intercâmbio e a cooperação científica internacional;
  • Pensar, propor e realizar novos projetos de pesquisas em rede entre universidades, órgãos públicos, autarquias e empresas privadas;
  • Pensar, propor e realizar projetos de pesquisa em redes;
  • Resgatar a história científica e tecnológica no Brasil.
O Projeto Marcgrave está aberto a adesões institucionais.

Pioneirismo em Astronomia, Botância, Cartografia, Geografia e Zoologia